Por que todas as academias devem contar com a tecnologia?

Por que todas as academias devem contar com a tecnologia?
0 Flares 0 Flares ×

A indústria fitness está no meio de uma revolução digital e a presença da tecnologia em uma academia é, cada vez mais, obrigatória. Alunos e potenciais clientes querem usufruir de serviços e recursos proporcionados por equipamentos de última geração. A ausência desses atrativos pode comprometer seriamente a forma como seu negócio é percebido. Saiba como evitar que isso ocorra.

 A supremacia da tecnologia

O setor de saúde e fitness passam por uma revolução tecnológica, que pode ser atribuída, em grande parte, à forma como os clientes consomem informações sobre exercícios físicos e saúde. Nos últimos anos, houve um considerável aumento de academias no mercado, com novas marcas e empreendedores voltados a ideias de negócios inovadores. Eles reinventaram ferramentas antigas e modelos de negócios ultrapassados. Esse cenário criou um ambiente altamente competitivo, que recompensa aqueles que saem da caixa.

Uma era de novas ideias

Novas oportunidades tecnológicas para o crescimento dentro do setor fitness transformaram redes de academias inteiras. Isso inclui tecnologia portátil, que rastreia cada etapa do treinamento de um aluno e a “internet das coisas”, que conecta dispositivos e software para melhorar as experiências dos usuários.

A tecnologia desafia a desaprender e a pensar diferentemente sobre os negócios, o que leva ao surgimento de modelos de negócio disruptivos, como Uber e Netflix. A forma como os clientes consomem informações digitais são relevantes para todas as indústrias, incluindo o fitness. Procure adaptar suas ofertas para alinhá-las às expectativas dessas pessoas.

Dar ao consumidor maior poder de escolha representa um dos maiores desafios do setor de fitness. O mercado é extremamente competitivo e os concorrentes digitais oferecem conveniência a um preço baixo.

Os modelos de negócios atuais estão se tornando irrelevantes. Considere suas instalações e ofertas sob a perspectiva do consumidor. A tecnologia permite uma melhor experiência do usuário, proporcionando conveniência. É preciso explorar as oportunidades apresentadas por conta disso.

Não nade contra a maré

Leve em consideração a maneira como os consumidores interagem com as empresas. Para marcas de grande sucesso, como Apple, Disney e Google, abraçar a tendência digital representa um ponto de diferenciação. Eles se tornaram inovadores empregando tecnologia e reforçando suas campanhas de marketing digital.

Ao abraçar a era das novas ideias, as academias devem contar com estratégias digitais que sejam centradas no cliente e aprimorem as atuais estruturas operacionais. A integração digital pode gerar experiências de sucesso.

Quais são as tendências?

A indústria crescerá, exponencialmente, atraindo e expandindo o público por meio de aplicativos, wearables e personalização. Ao entender a jornada do cliente por meio dos dados coletados, você pode começar a criar experiências pessoais em um nível superior. A tecnologia apoia os esforços de retenção pelo engajamento, o que promove a lealdade.

Monetização

Treinamento e coaching virtual, bem como outras tendências de fitness digital, podem ser monetizados para criar um fluxo de receita adicional. Muitos fabricantes de equipamentos cardiovasculares investem no treinamento virtual, assim como os sistemas de gamificação e feedback são cada vez mais comuns, pois incentivam a competição e a definição de metas, o que ajuda a criar experiências de usuário mais divertidas e exclusivas.

Não fique para trás. Para ter sucesso, você precisa entender o modelo de negócios de inovação, ser criativo em sua programação de serviços e identificar as necessidades de clientes não atendidas. Esse esforço vai impulsionar o sucesso de seu negócio fitness.

Comments

comments

Share This

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>