Como criar um programa de treino em grupo

Para operadores de ginásio

Como criar um programa de treino em grupo

O treino em grupo é uma forma emocionante de as suas instalações poderem gerar novas fontes de receitas, reter e atrair membros e revigorar os seus funcionários. É definido como um ambiente de treino dirigido por um treinador onde um profissional de fitness orienta vários utilizadores ao longo de uma experiência de fitness motivadora e personalizada.

Para dar vida a um programa de treino em grupo nas suas instalações, precisa de seis componentes essenciais: visão, programa, marketing, pessoas, experiência e inscrição simples. Se planear cuidadosamente, será capaz de conceber o modelo de negócio ideal que funciona para as suas instalações. Caso esteja interessado em lançar um programa de treino em grupo, convidámo-lo a dar uma vista de olhos a cada um dos fatores-chave abaixo para começar o seu planeamento.

Visão

O primeiro passo principal na criação de um programa de treino em grupo nas suas instalações é decidir qual a sua visão. Que caraterísticas constituem a sua oferta única de treino em grupo? O que é que NÃO quer que o seu treino em grupo incorpore? Muitas instalações tiveram dificuldades para lançar ou sustentar os seus treinos em grupo pagos devido a uma panóplia de motivos — tentar atrair toda a gente sem ter uma identidade definida e sem que a demografia seja adequada às instalações ou oferecer um treino em grupo que não pareça «de excelência» nem inspirador, por exemplo.

Determine a sua visão, trabalhando com as partes interessadas no programa-chave das suas instalações, tais como, a liderança das instalações, a equipa de marketing e os treinadores orientados para o negócio. Irá querer avaliar as tendências entre a sua base de membros, tais como, horas de pico de utilização, as preferências dos membros e a faixa etária da população-alvo, conforme as visitas dos utilizadores ao longo do dia. Faça uma análise ao seu programa atual e às ofertas geradoras de receitas secundárias, como as aulas especializadas e o treino pessoal. Pesquise o que os seus concorrentes estão a fazer, observando de que forma podem as suas instalações diferenciar-se ou basear-se nas suas ofertas.

Ao definir a sua visão, tenha em consideração o seu objetivo primário de oferecer treino em grupo, quais são as suas expectativas em termos de receitas, quem quer atrair, que tendências da indústria estão representadas no programa, quem e onde é que vai executar o programa e de que equipamento irá precisar para fazê-lo. Afinal de contas, saberá que a sua visão é forte e concisa quando cada funcionário nas suas instalações puder articular claramente a proposta de valor do programa e os clientes descreverem o treino de uma forma que corresponda à sua visão.

Programa

O seu programa descreve a variedade e a sequência dos treinos que constituem a sua oferta de treino em grupo. Os treinos precisam de ser eficazes, progressivos e desejáveis, correspondendo à visão que estabeleceu. Terá de decidir se pretende que os treinos do programa de treino em grupo sejam geridos de forma centralizada por um programador nas instalações, contratado através de um serviço de treino em grupo de terceiros, ou criado pelos treinadores.

É igualmente importante que determine o estilo de aula que deseja criar. Será uma verdadeira aula, onde toda a gente está a fazer a mesma coisa, ou circuitos onde os participantes passam um período fixo de tempo em cada estação, num pequeno grupo ou não? Isto deve depender do treinador, da disponibilidade de equipamento e do tamanho da turma.

O ambiente de treino estabelecerá o tom do seu programa. Realizar as suas aulas de treino em grupo numa localização específica longe do espaço do ginásio e numa sala de exercício em grupo cria o desejado espaço exclusivo, dando-lhe a oportunidade de aplicar um preço mais elevado. Os tipos de equipamento que utilizar devem refletir a visão do seu programa e têm de ser versáteis, divertidos e de fácil utilização.

Marketing

Mensagens de marketing claras e convincentes podem ajudar o seu programa, promovendo o interesse, levando membros velhos e novos a inscrever-se, criando a sua marca e atraindo as pessoas para outros serviços oferecidos pelas suas instalações, tais como o treino pessoal. De modo a ter uma comunicação eficaz, precisa de determinar a melhor forma para interagir com os seus membros: folhetos, redes sociais, correio eletrónico, funcionários do ginásio ou através de outros meios.

Pensar para além dos canais de marketing normais pode também resultar num envolvimento sólido com o seu programa de treino em grupo. Considere a oferta de sessões gratuitas no lançamento do seu programa, a promoção através de vídeos e testemunhos ou a participação dos seus funcionários na atração de clientes.

Deve também ter a certeza de que chega à sua comunidade local, se tal for ao encontro da sua visão. Afinal de contas, a comunidade, no sentido mais lato, cria todo um novo mercado para os serviços das suas instalações e pode ser uma ótima forma para aumentar o interesse no seu programa de treino em grupo. Faça uma campanha para promover a divulgação das suas ofertas e assegure-se de que as promove no seu website, nas redes sociais e em meios de comunicação locais. Manter uma casa aberta pode ser ideal para conseguir que potenciais novos membros venham experimentar o seu programa de treino em grupo e as suas instalações.

Pessoas

Mesmo que o seu programa de treino em grupo se baseie no melhor em termos de visão, programa e marketing, é necessário ter os funcionários certos para dar verdadeiramente vida ao programa e gerar paixão e entusiasmo à volta dele. Escolha funcionários para o treino em grupo que motivem os membros com as suas personalidades contagiantes e que, ao mesmo tempo, mantenham a aula a decorrer sem problemas.

Um bom lugar para começar a sua pesquisa é com o seu atual treino pessoal e os departamentos de exercício em grupo. No entanto, tenha em atenção que os estilos diferem entre a personalização e a camaradagem do treino individual e do treino em grupo. Considere a realização de audições para treinadores, ficando atento àqueles que farão tudo para vender o programa durante a aula e fora dela, através da sua atitude, do seu entusiasmo e dos seus conhecimentos.

Para garantir que o seu programa de treino em grupo corresponde à sua visão, observe uma aula a decorrer ou até participe nela! Dê seguimento com algum feedback para o instrutor e procure também feedback dos participantes.

Experiência

Os utilizadores procuram experiências de treino de excelência em contextos motivadores, rodeados por um sentido de comunidade. De modo a criar a experiência mais impactante possível, a qual irá manter os membros cativados e entusiasmados, concentre-se nas seguintes caraterísticas:

  • Música: Uma boa batida estabelece o tom e o ritmo da aula. Transmite energia aos utilizadores e aos funcionários do treino.
  • Iluminação: Sendo outra caraterística que contribui para o estado de espírito, a iluminação pode ser utilizada para transformar a sala de uma sessão de alta intensidade numa sessão de relaxamento. Pode gerar confiança nos participantes através da redução da intimidação.
  • Microfone de cabeça: Certifique-se de que os participantes, mesmo com a música, conseguem ouvir o instrutor. Os microfones de cabeça permitem que o treinador do grupo fique com as mãos livres e ande livremente pela sala.
  • Pontos de contacto de excelência: Torne a sua experiência de treino em grupo tão significativa como a de um estúdio de fitness. Ofereça vantagens como infusões de água gratuitas, toalhas perfumadas e funcionários de receção dedicados ou um quiosque que facilite a integração. Dedicar um espaço onde os utilizadores possam socializar antes ou depois das aulas cria um sentido de comunidade.

É claro que quererá garantir que as caraterísticas de experiência única que oferece vão ao encontro da visão do seu programa.

Inscrição simples

Faça com que seja fácil os potenciais participantes saberem quanto irá custar a participação no seu programa. Uma vez mais, irá querer ter em consideração a sua visão: quem é que está a tentar atrair com o seu programa e quanto é que as pessoas estão dispostas a pagar pelos serviços?

Os consumidores atuais procuram cada vez mais opções de inscrição online ou através de uma aplicação. Apesar de isto minimizar a oportunidade de criar uma relação cara a cara e de explicar mais cuidadosamente as ofertas das suas instalações, é mais provável que as pessoas mais receosas quanto à «venda» de um programa estejam mais recetivas.

Os preços dependerão da sua visão, da região, do perfil demográfico dos membros, entre outros. Quanto maior for o tamanho do grupo, menor será o preço por sessão. Vai exigir aos participantes um compromisso de quatro semanas de sessões ou terá um modelo de preço por visita? Estará o seu público-alvo disposto a pagar uma inscrição anual além das quotas das instalações?

Lançar um programa de treino em grupo nas suas instalações é uma oportunidade de negócio empolgante. Pode gerar entusiasmo e um sentido de comunidade entre os seus membros atuais, assim como atrair novos membros para as suas instalações. Um planeamento cuidado irá ajudá-lo a conceber o programa e o modelo empresarial ideais que irão contribuir para um lançamento bem-sucedido do programa. Certifique-se de que acompanha as alterações da indústria e as preferências e os desejos de treino dos seus clientes para garantir o crescimento do seu programa e que este continua relevante ao longo do tempo.

CONTACTAR DIRETAMENTE O DEPARTAMENTO DE VENDAS DA PRECOR QUANTO ÀS SUAS NECESSIDADES DE EQUIPAMENTO DE TREINO EM GRUPO